1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11 12 13

segunda-feira, 26 de agosto de 2013

MST DE QUIXERAMOBIM REALIZA PROTESTO NO CAMBEBA EM FORTALEZA

Imagem: Reprodução TV Verdes Mares


Integrantes do Movimento dos Trabalhadores Sem Terra (MST) de Quixeramobim, pertencentes ao acampamento Irmã Tereza,  estão acampados em frente ao prédio onde funciona a Secretaria das Cidades, no Cambeba, em Fortaleza. 


O protesto começou na manhã desta segunda-feira, 26, onde os manifestantes querem uma audiência com secretário Camilo Santana, a Semace e o Banco do Brasil, para que possa discutir o andamento da construção das moradias para 634 famílias de Quixeramobim e também cobrar uma maior agilidade na construção delas.  A Secretaria das Cidades informou que o titular da pasta iria receber os manifestantes ainda nesta segunda.

POR REDAÇÃO
COM INFORMAÇÕES DO PORTAL DIÁRIO DO NORDESTE 

6 comentários:

trabalhar que é bom, nada!

Bando de gente que não tem o que fazer, só causam tumulto. A maioria já anda até de moto e por incrível que pareça as casas feitas de "lonas" já tem no mínimo uma parabólica para assistir na Tv de 52' lcd. Vão procurar trabalho, bando de desordeiros.

cuidado mister de quixeramobim a policia daqui ñ é a daí ñ, vcs vão tomar é um baque com esse negoço de manifestação por tudo tão fazendo manifestação é mó paia isso...

Quem não luta por seus direitos não é digno deles.
Força e luta na caminhada companheiros. É isso aí vamos dar dor de cotovelo em quem não tem coragem de lutar.

Ailton Brasil
Quixeramobim

Não entendo essas pessoas. Tão valentes nos comentários e não tem coragem de se identificar. Aqui vai uma sugestão. Que tal dar nome aos personagens das matérias publicas e daqueles que postam comentários?
Estamos num país democrático e todos podem dizer o que pensam. Quem não se identifica não tem legitimidade para publicar o que se publica no blog.

Ailton Brasil,sei que eles podem a ter ter razão mas essa besteira de manifestação ja ta indo longe de mas, por tudo tão fazendo manifestação.e em relação a ñ colocar o nome isso cabe a cada um, pois se fosse so pelo nome ñ teria a opção anônimo ok professor?